A moeda do Egipto é a libra egípcia (EGP), que é chamada a guiné em árabe e é dividida em 100 piastras (pt). A libra egípcia vale normalmente cerca de 0,031 euros à taxa de câmbio, pelo que com um euro trocado pode receber um pouco mais de 32 libras, dependendo do valor da moeda nesse dia e da comissão aplicada.

Qual é a moeda oficial e que moedas são aceites nas lojas?

A libra egípcia é a moeda aceite na maioria das lojas, bazares, restaurantes e mercados. É aconselhável ter sempre à mão trocos suficientes para pagar os táxis e as gorjetas, uma vez que os pequenos trocos são muitas vezes escassos no Egipto.

É bastante comum que os preços sejam cotados em piastras em vez de libras egípcias, mas o cálculo é fácil: 2,50 EGP (libras egípcias) é de 250 pt (piastras). Moedas de 5, 10 e 25 piastras são raras, sendo a mais comum 1 EGP.

Em hotéis e restaurantes turísticos, bem como em escritórios ou estabelecimentos que oferecem serviços turísticos, também é possível pagar em euros ou dólares.

Onde trocar moeda no Egipto

Se precisar de trocar moeda no Egipto, pode fazê-lo oficialmente nos escritórios da Amex e Travel Choice Egypt, as duas maiores casas de câmbio do país. Também é possível fazê-lo em bancos comerciais e outras agências, tais como a Forex. Mesmo a grande maioria dos hotéis presta este serviço, embora neste caso possa ser mais caro do que em agências de câmbio ou bancos.

As taxas são normalmente semelhantes em todos os estabelecimentos porque dependem do estado da moeda no dia em que é necessário trocá-la. Mas é sempre uma boa ideia verificar online, para garantir que obtém a taxa de câmbio certa e também para perguntar que tipo de comissão lhe será cobrada.

É possível pagar com cartão de crédito no Egipto?

Se desejar pagar com cartão de crédito durante a sua viagem ao Egipto, pode fazê-lo com segurança em hotéis e restaurantes turísticos de preço médio a alto, onde os cartões de crédito são geralmente aceites e com uma taxa de venda entre 3% e 10%.

Mas no resto das lojas (bazares, tais como Khan el-Khalili, mercados, bancas de rua) é quase impossível pagar com cartão e não poderá pagar em nenhuma outra moeda que não seja a libra egípcia, com algumas excepções onde podem aceitar dólares ou euros, mas isto é muito raro. E com um cartão, neste tipo de estabelecimento, é praticamente impossível.

Levantamentos de dinheiro em ATM

Embora não seja norma aceitar pagamentos com cartão, a boa notícia para os turistas no Egipto é que a grande maioria das cidades egípcias tem um bom número de caixas multibanco, com excepção de áreas no interior do Médio Egipto e nos oásis. Recomenda-se, portanto, que durante os dias em que permanecer no Cairo ou Alexandria, aproveite a oportunidade para retirar dinheiro suficiente para poder gerir mais tarde, durante excursões no deserto ou no rio Nilo.

Recomenda-se também que ao levantar dinheiro, evite acumular demasiadas notas de 200 libras egípcias, uma vez que tendem a ser muito difíceis de trocar. É melhor retirar pequenas quantidades, pois pequenas notas permitir-lhe-ão mover-se pelo Egipto com muito mais conforto e paz de espírito. E se não tiver outra escolha senão retirar denominações maiores, recomendamos que as reserve para quando tiver de fazer pagamentos maiores.

Qual é o orçamento para viajar para o Egipto?

Se quiser saber quais poderão ser as suas despesas diárias médias durante a sua viagem ao Egipto, dar-lhe-emos uma estimativa do que pode esperar gastar em diferentes orçamentos, incluindo alojamento, alimentação, transporte interno e excursões. Mas primeiro, uma lista de despesas básicas para o turista médio que visita o Egipto, para que tenha um quadro para o orientar e saber exactamente o que pode fazer com cada um dos orçamentos.

  • Bilhete de autocarro urbano no Cairo: 8GP – 0,25 euros.
  • Shawarma de galinha numa banca de rua: 35 EGP – 1,07 euros.
  • Prato de falafel com hummus num restaurante: 10 EGP – 0,31 euros.
  • Prato de kofta (carne de borrego temperada): 35 EGP – 1,07 euros.
  • Entrada no site da pirâmide: 200 EGP – 6,14 euros.
  • Entrada para o interior da Pirâmide de Cheops: 400 EGP – 12,28 euros.
  • Alojamento em hotel barato: 200-250 EGP por noite num quarto duplo – cerca de 7 euros.
  • Alojamento em hotéis de preço médio: entre 500 e 600 EGP por noite num quarto duplo – cerca de 16 euros.
  • Alojamento em hotéis caros: entre 850 e 1100 EGP por noite num quarto duplo – cerca de 30 euros.
  • Cruzeiro de luxo no Nilo: 1200 EGP por pessoa por noite – 36,85 euros.
  • Aluguer de automóveis privados em Luxor: 300 EGP – 9,2 euros.
  • Custo médio de lembranças e doces em bazares: entre 150 e 300 EGP, dependendo do tipo de produtos e quantidades – cerca de 6 euros.

O que fazer no Egipto em 800 EGP por dia

No menor dos orçamentos poderá comer comida típica egípcia sem qualquer inconveniente, fazer as excursões em pirâmide, viajar pelo Cairo de autocarro urbano, ficar em hotéis baratos e fazer algumas compras moderadas de presentes num dos bazares egípcios.

O que fazer no Egipto em 800-1800 EGP por dia

Este orçamento dá-lhe mais margem de manobra para ficar em hotéis de gama média onde, dependendo do caso, poderá ter acesso a ar condicionado. Poderá também gastar mais dinheiro em lembranças e doces, bem como entregar-se dentro da lendária Pirâmide de Cheops.

O que fazer no Egipto com mais de 1800 GBS

Com este orçamento tem mão livre em tudo e pode aceder a dois serviços de luxo: o cruzeiro no rio Nilo e o carro alugado em Luxor por um período de três horas, que pode prolongar se precisar de mais tempo e se tiver dinheiro suficiente.

Fotos de libras egípcias de 1 a 200

Outros artigos em que possa estar interessado...

Viajar com crianças

É muito raro que os países mais turísticos do mundo não estejam preparados para acolher crianças que viajam com os

Segurança

A resposta é sim, é absolutamente seguro viajar para o Egipto. Evidentemente, terá de tomar as precauções lógicas previstas para